Quais são as funções das partes interessadas em uma empresa?

Stakeholders são indivíduos ou grupos que têm interesse no sucesso e progressão de uma empresa. As partes interessadas internas incluem sócios silenciosos, acionistas e investidores. Os grupos de partes interessadas externas podem incluir empresas vizinhas, parceiros estratégicos ou órgãos comunitários, como escolas. O papel da parte interessada varia dependendo da organização e do projeto específico que está sendo desenvolvido ou decidido.

Funções de partes interessadas internas

As partes interessadas internas geralmente têm interesse financeiro na organização. Isso inclui acionistas, conselho de administração e investidores. Diz-se que essas partes interessadas têm grande interesse no sucesso da empresa por causa de seu investimento financeiro. Como tal, geralmente têm mais influência do que as partes interessadas externas.

Uma das principais funções das partes interessadas internas é o direito de voto com base no número de ações detidas ou na percentagem da empresa detida. O conselho de administração geralmente vota em coisas como novas aquisições, liquidações, contratação para posições-chave e itens de supervisão e orçamento, incluindo lucros distribuídos. Aqueles com participações maiores na empresa podem se reunir com os líderes, debater ideias de desenvolvimento ou marketing e identificar novas áreas de penetração no mercado.

Funções de partes interessadas externas

As partes interessadas externas geralmente não têm "aparência no jogo", o que significa que não investiram fundos pessoais ou organizacionais na empresa. Essas partes interessadas não votam nas decisões da empresa. No entanto, o stakeholder externo está preocupado com as decisões que uma empresa toma e pode se reunir com a liderança ou apresentar informações ao conselho de diretores para revisar ideias, preocupações da comunidade e outras questões.

As funções das partes interessadas externas geralmente refletem as preocupações da comunidade, do governo ou do meio ambiente. Por exemplo, um fabricante automotivo que deseja construir uma nova fábrica pode precisar se reunir com o conselho municipal e os representantes da agência de proteção ambiental para analisar os benefícios e desvantagens potenciais para a comunidade e o meio ambiente. Ignorar as partes interessadas externas pode levar à paralisação ou bloqueio de projetos. É melhor permitir que os stakeholders externos tenham voz no processo e debater com eles sobre soluções que funcionem para a empresa e para a comunidade.

Negócios e Comunidade

Empresas e comunidades devem trabalhar juntas porque precisam umas das outras. As empresas geram empregos e crescimento econômico. As comunidades fornecem a base de clientes que impulsiona as vendas. Os stakeholders internos e externos trabalham com as empresas para garantir a rentabilidade e sustentabilidade, em coordenação com as comunidades. Os líderes empresariais devem olhar para as partes interessadas como recursos valiosos e não como obstáculos para o avanço da empresa.

Isso ajuda a envolver as partes interessadas externas no início de qualquer desenvolvimento de novo projeto. Quanto mais cedo o feedback for fornecido, menos tempo e dinheiro podem ser desperdiçados em ideias inviáveis. Com a contribuição das partes interessadas, soluções ou compromissos podem ser feitos. Por exemplo, esperar para falar com o conselho municipal sobre um novo empreendimento imobiliário comercial até que você precise de licenças de construção pode resultar em uma reação imprevista da comunidade que, em última análise, paralisa ou interrompe o projeto. Os líderes empresariais podem proteger todos os interesses com uma comunicação clara.

Postagens recentes