Qual é a diferença entre uma parceria limitada e uma parceria de responsabilidade limitada?

Uma parceria limitada é um tipo de parceria que consiste em pelo menos um sócio comanditário e pelo menos um sócio comanditário. Uma sociedade de responsabilidade limitada não tem sócio comanditário, uma vez que cada sócio de um LLP tem a possibilidade de participar na gestão da empresa.

História de parcerias limitadas e LLPs

Parcerias limitadas eram populares durante as décadas de 1970 e 1980. Hoje, muitos proprietários de empresas formam parcerias limitadas para filmes e outros projetos que durarão por um curto período de tempo. Parcerias de responsabilidade limitada são relativamente novas em comparação com sociedades limitadas. Os LLPs se tornaram populares na década de 1990, na mesma época em que as sociedades de responsabilidade limitada se tornaram uma escolha de formação popular entre os proprietários de empresas.

Estrutura de parcerias limitadas e LLPs

Em uma sociedade limitada, o sócio geral é responsável por gerenciar as atividades do dia-a-dia da empresa. O sócio comanditário em uma sociedade limitada não participa da tomada de decisões gerenciais para o negócio. Em uma sociedade limitada, o sócio comanditário é mais como um sócio oculto que investiu na empresa. Em uma sociedade de responsabilidade limitada, todos os sócios da empresa estão autorizados a tomar decisões de gestão para a empresa.

Além disso, os sócios gerais de uma sociedade limitada podem ser sociedades ou corporações de responsabilidade limitada, enquanto LLCs e corporações não podem ser sócios em um LLP.

Diferenças de proteção de responsabilidade

Se você estiver operando como uma sociedade limitada, o sócio comanditário tem responsabilidade ilimitada pelas perdas e dívidas da empresa, enquanto um sócio comanditário tem proteção de responsabilidade limitada contra dívidas e perdas da empresa. Isso significa que o sócio geral pode perder sua casa e outros bens pessoais devido a perdas e obrigações que ocorrem como resultado da operação do negócio. Os sócios limitados têm proteção de ativos pessoais contra obrigações e dívidas da empresa.

Em um LLP, todos os sócios têm proteção de responsabilidade limitada contra as obrigações e dívidas da empresa. Além disso, os parceiros em um LLP têm proteção de responsabilidade limitada contra ações por negligência que resultam de atos negligentes de outro parceiro.

Parcerias Profissionais Limitadas

Uma sociedade em comandita pode ser formada por qualquer tipo de negócio, enquanto os LLPs só podem ser usados ​​por certos tipos de profissões, como contadores e arquitetos. Na verdade, estados como a Califórnia limitam a formação de LLP a advogados ou contadores. Cada parceiro de um LLP deve ter a licença ocupacional emitida pelo estado apropriada, o que não é um requisito em uma sociedade em comandita. Esse requisito impede que um LLP agregue parceiros talentosos com experiência de negócios, simplesmente porque eles não são profissionais licenciados.

Renda e considerações fiscais

Em uma sociedade em comandita, o sócio comanditário deve pagar impostos de trabalho autônomo sobre o dinheiro recebido da empresa, enquanto os sócios comanditários não são obrigados a pagar impostos de trabalho autônomo. Isso contrasta com um LLP, em que cada sócio deve pagar impostos sobre o trabalho autônomo sobre sua participação nos lucros e perdas da empresa. Além disso, os sócios comanditários recebem o produto do negócio depois que os sócios comanditários recebem sua participação nos lucros da empresa. Isso contrasta com um LLP, onde cada sócio recebe lucros e perdas da empresa de acordo com sua participação acionária na empresa.

Postagens recentes