Direito de Primeira Oferta vs. Direito de Primeira Recusa

Nos arrendamentos de imóveis comerciais e na compra e venda de empresas, o direito de preferência e o direito de preferência são considerações estratégicas importantes. Em imóveis comerciais, esses termos do contrato geralmente são oferecidos a um inquilino existente. No financiamento de negócios, os termos são oferecidos a um parceiro de negócios ou investidor. Ambas as situações apresentam vantagens para qualquer uma das partes envolvidas. Existem distinções importantes que podem, em última análise, influenciar o preço, o prazo e os custos de transação associados à venda.

Dica

O direito de preferência, também conhecido como cláusula de "última análise", dá ao titular o direito de igualar todas as outras ofertas em um negócio ou participação em um negócio. Com o direito de primeira oferta, um parceiro de negócios ou inquilino tem o direito de fazer a primeira oferta de um negócio ou propriedade. O vendedor é livre para aceitar ou rejeitar a oferta e sempre tem a liberdade de retornar ao comprador se ele não conseguir um negócio melhor.

Direito de preferência

O direito de preferência, também conhecido como cláusula de "última análise", dá ao titular o direito de revisar todas as outras ofertas em um negócio ou participação em um negócio. O detentor do direito pode comprar o negócio simplesmente combinando a oferta mais alta da mesa. Parceiros de negócios freqüentemente concedem um ao outro o direito de primeira aprovação. Nesses casos, quando um sócio quer sair do negócio, os demais sócios podem impedir que um recém-chegado, que não conhecem, compre uma participação na empresa.

Direito de Primeira Oferta

Com o direito de primeira oferta, um parceiro de negócios ou inquilino tem o direito de fazer a primeira oferta de um negócio ou propriedade. O vendedor é livre para aceitar ou rejeitar a oferta, e o vendedor está sempre livre para retornar ao comprador se ele não conseguir um negócio melhor.

Estratégia - Primeira Recusa

Estrategicamente, o direito de preferência tem vantagens significativas para o comprador. É provável que poucos licitantes apareçam se souberem que outro licitante está simplesmente esperando nos bastidores para igualar a oferta. Assim, o direito à cláusula de primeira recusa tende a deprimir o preço.

O direito de preferência oferece ao vendedor uma maneira poderosa de testar o mercado para o negócio. Nos casos em que não haja um parceiro de negócios com direito de preferência, o primeiro licitante pode solicitá-lo ou o vendedor pode oferecê-lo como forma de atrair potenciais compradores.

Estratégia - Primeira Oferta

A vantagem estratégica de uma primeira oferta de oferta é que ela pode reduzir drasticamente os custos de transação. Vender uma empresa leva tempo e, em alguns casos, exércitos de advogados, consultores de investimentos e contadores. Quando um comprador potencial detém o direito de primeira oferta, o vendedor é livre para aceitar ou rejeitar a oferta. Negócio feito.

O comprador, especialmente se for um locatário de um imóvel comercial, tem interesse em oferecer um preço justo para reduzir os custos de mudança. O vendedor é sempre livre para retornar ao titular do direito de primeira oferta se ninguém licitar mais alto, mas, é claro, esse comprador também é livre para reduzir seu lance.

Postagens recentes