Como um monopólio afeta empresas e consumidores?

Como únicos fornecedores de um produto ou serviço, os monopólios não têm concorrência nem restrições de preço. Monopólios usam patentes, fusões e aquisições para obter o domínio da indústria e evitar a entrada no mercado. Se não forem monitorados e regulamentados, os monopólios podem afetar negativamente as empresas, os consumidores e até a economia.

Preço, oferta e demanda

O potencial de um monopólio de aumentar os preços indefinidamente é seu prejuízo mais crítico para os consumidores. Por não haver competição no setor, o preço de um monopólio é o preço de mercado e a demanda é a demanda de mercado. Mesmo com preços elevados, os clientes não poderão substituir o bem ou serviço por uma alternativa mais acessível.

Como único fornecedor, um monopólio também pode se recusar a atender os clientes. Se um monopólio se recusar a vender um bem importante para uma empresa, ele tem o potencial de fechar indiretamente esse negócio. Se o fornecedor vender para os consumidores, ele pode se recusar a atender áreas com menor potencial de lucro, o que pode empobrecer ainda mais a região.

Monopólios naturais podem reduzir custos

Um monopólio natural, como o sistema de água e esgoto, pode evitar a duplicação de infraestrutura e, assim, reduzir os custos potenciais para os consumidores. Monopólios naturais administrados por organizações sem fins lucrativos e governos locais podem manter os preços baixos o suficiente para fornecer serviços à maioria do público. Quando os monopólios são propriedade privada de organizações com fins lucrativos, os preços podem se tornar significativamente mais altos do que em um mercado competitivo. Como resultado dos preços mais altos, menos consumidores podem pagar pelo bem ou serviço, o que pode ser prejudicial em um ambiente rural ou pobre.

Repercussões econômicas dos monopólios

Alguns argumentam que os monopólios são benéficos porque empresas altamente lucrativas tendem a injetar mais fundos em pesquisa e desenvolvimento. Como o monopólio está em posição dominante, ele pode suportar confortavelmente os riscos associados à inovação. No entanto, um monopólio altamente lucrativo também pode ter pouco incentivo para melhorias, desde que os consumidores ainda demonstrem a necessidade de seu produto ou serviço atual. Em comparação, as empresas em um mercado competitivo podem competir fazendo alterações em produtos e serviços existentes e reduzindo os preços.

Os monopólios garantem a existência de altas barreiras à entrada e, portanto, nenhum carona ou adaptações às suas patentes atuais. A força de trabalho em uma indústria monopolizada também pode ser significativamente menor do que em uma indústria competitiva.

Desmantelando um Monopólio

Uma opção para os formuladores de políticas seria desmantelar o monopólio. Isso pode ser conseguido dividindo o monopólio em duas empresas, dividindo seus produtos ou serviços agrupados, ou separando os serviços em serviços regionais concorrentes menores. A separação do monopólio reduzirá as barreiras à entrada de novas empresas. A nova competição acabará proporcionando uma variedade maior de opções e, provavelmente, preços mais baixos para os consumidores.

Por exemplo, na década de 1980, os Estados Unidos experimentaram uma desregulamentação em todo o país no setor de telecomunicações. Enquanto quatro dos sete "Baby Bells" estão de volta sob o guarda-chuva da AT&T, a separação ainda é considerada um grande sucesso. A concorrência no setor de telecomunicações está novamente aumentando à medida que as empresas iniciantes começam a usar a tecnologia móvel para interromper as estruturas de custos das empresas de telecomunicações.

Baixando preços com política

Outra opção para os formuladores de políticas seria se concentrar na redução de preços em vez de quebrar um monopólio. Os reguladores podem definir controles de preços chamados de limites de preços, a fim de evitar que a empresa defina preços não razoáveis. O limite de preço é uma forma de reduzir o benefício do preço de ser um monopólio, pois o preço cai para o de um mercado competitivo. Uma vez que a concorrência aumenta no setor, os formuladores de políticas podem reduzir ou remover os limites de preço.

De acordo com o The Energy Journal, todos os operadores de sistemas independentes de eletricidade dos EUA têm limites de preço. Da mesma forma, o estabelecimento de regulamentos de preços de taxa de retorno pode ajudar a reduzir preços de serviços públicos artificialmente altos. O governo também pode optar por nacionalizar os monopólios naturais para garantir que os preços dos serviços públicos atendam aos melhores interesses do público.

Postagens recentes