A diferença entre flutuações econômicas sazonais e flutuações econômicas cíclicas

As flutuações econômicas são baixas e altas periódicas em medidas de atividade econômica, como desemprego e inflação. Essas flutuações afetam os salários, a demanda do consumidor e os preços das matérias-primas. As flutuações sazonais são de curto prazo, mas as flutuações cíclicas podem durar anos. As pequenas e grandes empresas devem estar preparadas para gerenciar mudanças nas despesas e receitas por meio dessas flutuações.

Indicadores

Os indicadores econômicos fornecem sinais de alerta para os gerentes de negócios. Por exemplo, o crescimento da renda geralmente sinaliza gastos mais elevados do consumidor, o que leva a aumentos nos gastos das empresas. Alto desemprego significa baixo gasto do consumidor, o que significa receitas e lucros menores de negócios. A inflação eleva os preços das matérias-primas e os salários, o que aumenta os custos. Em um ambiente competitivo ou em uma economia lenta, as empresas podem não ser capazes de compensar o aumento dos custos dos insumos com aumentos de preços, e a limitação afeta negativamente os lucros. A inflação pode levar a taxas de juros mais altas, o que geralmente aumenta os custos dos empréstimos e diminui os gastos dos consumidores.

Flutuações Sazonais

As flutuações econômicas sazonais referem-se a movimentos de curto prazo nos indicadores econômicos que geralmente seguem um padrão consistente a cada ano. Por exemplo, a renda da fazenda e da pesca pode aumentar durante os meses de verão, quando há atividade nesses setores. Os estoques de varejo geralmente aumentam durante o período de vendas de Natal, à medida que as lojas se preparam para os compradores de Natal. A atividade na indústria da construção também apresenta oscilações sazonais. Em áreas com invernos rigorosos, a construção diminui durante os meses de inverno e aumenta durante o verão. As empresas que fornecem para essas indústrias precisam se planejar para essas flutuações sazonais e criar reservas de caixa suficientes para suportá-las durante os lentos períodos sazonais.

Flutuações Cíclicas

As flutuações cíclicas são períodos alternados de contração e expansão que podem durar 18 meses ou mais, do pico ao vale do ciclo. A demanda do consumidor e das empresas cai durante a contração e aumenta durante a expansão. As empresas respondem às contrações cortando pessoal, reduzindo despesas operacionais e atrasando decisões de investimento de capital. Por exemplo, um fabricante pode reduzir o número de turnos de produção, enquanto um varejista pode atrasar a abertura de uma segunda loja. Durante a expansão econômica, os gastos do consumidor aumentam, o que leva a uma maior demanda por carros e outros itens caros. Os fabricantes respondem aumentando a produção e contratando novos funcionários, o que pode levar a preços mais altos e escassez de suprimentos.

Flutuações Irregulares

As flutuações econômicas irregulares resultam de eventos incomuns, como inundações, greves, conflitos civis, grandes falências e incidentes terroristas. O impacto dessas flutuações é geralmente limitado a um determinado setor ou mercado. Por exemplo, uma inundação pode afetar a capacidade de distribuição dentro de uma região específica. Grandes desastres naturais, como o terremoto no Japão em 2011, podem afetar as cadeias de suprimentos de vários setores.

Postagens recentes